quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Top 10 mais estilosos do cinema

Hoje comemoramos o nosso post de número 100. Isso mesmo, 100 postagens.

Primeiramente, eu gostaria de agradecer a todos os leitores, que leram, comentaram, acompanharam e mandaram sugestões para o blog. Se ele conseguiu se manter até agora, foi por causa do compromisso com vocês. Muito obrigado.

E para comemorar esse número, nada melhor do que um TOP 10.

Da mesma forma que foi feito lá em Outubro, quando o blog estava bem no início, vamos fazer uma lista de 10 homens mais estilosos.

O tema mudou, dessa vez é cinema. E é claro que muitos ficaram de fora, até porque, fazer uma lista é sempre uma tarefa muito difícil. Mas nada impede que façamos novas versões, com novos nomes.

Aí vai:
#10 - Robert Redford. Um dos homens mais cobiçados pelas mulheres até hoje. Um dos atores mais 'cool' do cinema, sabia (e ainda sabe) como se vestir. Até hoje, no auge dos seus 75 anos, Redford ainda arranca suspiros da mulherada e aplausos dos homens pelo seu estilo.



9# - Jude Law. O nosso caro Watson é um exemplo de estilo e elegância britânicos. Mas o britânico moderno, que abusa das botas, lenços, jeans, barbas e bigodes. Jude Law sabe muito bem combinar cores, nunca fugindo do preto, azul, cinza e marrom. Todos os méritos pra ele.


8# - Joseph Gordon-Levitt. O cara surgiu pro mundo no estilosíssimo '500 Dias Com Ela'. Dono de um estilo e jeito super característicos, Joseph anda sempre bem vestido. Ele mistura muito bem o seu jeito nerd/geek com uma cara mais roqueira, com gravatas, camisas, coletes, tênis e cabelo bagunçado. Bem jovial e elegante.

7# - James Franco. Um dos novos queridinhos de Hollywood não poderia ser diferente, tinha que se vestir bem. James Franco tem se mostrado mais do que apenas um ator talentoso, ele também escreve poemas, roteiros, produz e dirige filmes. Além é claro, de se vestir super bem.



6# - Daniel Craig. O atual James Bond precisa se vestir a altura do seu personagem, famoso por estar sempre impecável. Craig, da mesma forma que Jude Law, traduz o britânico moderno, mais atual e menos ligado aos ternos e à alfaiataria. E com a responsabilidade de viver o 007, nada mais justo do que estar na nossa lista.



5# - Michael Caine. Outro inglês. Mas dessa vez um inglês clássico, adepto dos ternos e gravatas, da alfaiataria tradicional até hoje, nos dias de mordomo Alfred. Caine foi por muito tempo, um ícone de moda masculina, um cara que se vestia como um lorde inglês e arrebatava os corações nos anos 60 e 70.


#4 - Ryan Gosling. Talvez um dos atores mais talentosos e estilosos de sua geração. Ryan é hoje um dos maiores galãs do cinema mundial. Da mesma forma que ele quase nunca faz filmes ruins, ele quase nunca erra no figurino, sendo espontâneo e elegante ao mesmo tempo, sempre sem nenhum exagero.


#3 - James Dean. Não há muito o que dizer sobre James Dean. Só que ele foi o símbolo de uma juventude dos anos 50. Um ícone de cultura, comportamento e é claro, de moda. Todos os rapazes queriam (alguns ainda querem) ser que nem ele, charmoso, rebelde e que fazia o maior sucesso com os brotos da época.



#2 - Steve McQueen. Um cara com o apelido de 'Rei do Cool' não poderia ficar de fora. McQueen foi o grande nome dos filmes de ação das décadas de 60 e 70. Famoso por pilotar carros e motos em alta velocidade, pode ser considerado o Bad Boy mais 'cool' e estiloso da história do cinema.


#1 - Paul Newman. O maior, o mais charmoso e também um dos mais talentosos. Newman sempre foi um "hors concours" (ó concur) em se tratando de moda masculina. O melhor exemplo de que simplicidade, aliada ao bom gosto, é o ideal. Um cara que até seus últimos anos de vida ainda dava aulas de como se vestir bem. Não é à toa que muitos o consideram o mais bem vestido de todos os tempo. E nós também.


PS: Este post era para ter saído ontem, mas por causa da chuva e dos problemas técnicos na nossa redação, ficamos impossibilitados de postar.

Mais uma vez, obrigado.


terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

O xadrez além das camisas

Lembram quando foi dito aqui que a camisa xadrez está ficando batida, quase que um figurino de cantor sertanejo?

Então, não é que camisa xadrez virou clichê, nem que saiu de moda. Até porque, uma coisa sair de moda e entrar na moda, é uma questão pessoal. Saiu de moda porque você não usa, entrou na moda porque você começou a usar. Mas a camisa xadrez meio que saturou, todo mundo têm, todo mundo usa. Sempre. Nada contra, realmente, elas são ótimas e servem para várias ocasiões.

Por isso, aqui vai uma dica: existem outras formas de usar o xadrez. Xadrez é legal. Combina com várias cores. Com várias ocasiões. E com várias estações.

Gravata xadrez é uma coisa que vale muito investir. É diferente, é bonita e combina com várias cores de camisa, até estampadas (em alguns casos). Quando usar com terno, busque combinar com as cores do mesmo. Outra peça xadrez bacana é o casaco, não apenas blazers, mas jaquetas e casacos maiores, daqueles de lã pesados. É legar para fugir do preto-marrom-azul de sempre. Ainda no inverno, as tradicionais mantas são ótimas. Da mesma forma que as gravatas, elas ficam bem com tudo e tem tudo a ver com a estação. Para os que gostam de arriscar mais ainda, uma opção são as calças e bermudas. Mas que podem ser facilmente usadas de forma errada, exagerando na combinação. Por isso, é mais fácil usar modelos mais discretos, não tão chamativos. Calças sociais são ótimas aqui. Existem também as meias com estampa xadrez. Da mesma forma que as meias coloridas, elas servem mais como um detalhe, uma descontração no figurino.

A única ressalva com o xadrez é o resto do conjunto. Quando usamos uma peça com estampa, o ideal é que o resto da roupa seja sem estampas, ou com cores parecidas, para não ser tão chamativo. A dica de roubar cor ajuda bastante nessa questão.

Faça o teste. Dê uma folga para a camisa xadrez de vez em quando.


segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

O estilo do Oscar 2012

Como foi dito na sexta passada, ontem foi o dia da maior premiação/festa do cinema mundial, o Oscar. Também já dissemos sentir falta de vários filmes, atores e diretores entre os indicados, entre eles: J. Edgar, Drive, Tudo Pelo Poder, Precisamos Falar Sobre Kevin e ainda outros. Por isso, acabamos sentindo falta, na noite de ontem, de celebridades que com certeza marcariam presença no post de hoje. Pessoas como Leonardo Dicaprio, Clint Eastwood, Ryan Gosling e Woody Allen (que não foi mesmo estando indicado).

Confira aqui a lista dos indicados e vencedores deste ano.

Mas nem por isso deixaremos de comentar o que de melhor rolou em termos de estilo masculino.


Christopher Plummer. O homem que ontem se sagrou o ator mais velho a receber um Oscar (com 82 anos), subiu ao palco ovacionado. Talvez pelo fato da sua contribuição para o cinema, mas talvez também pela sua contribuição para a moda pra homens acima de 80 anos. Super discreto com as cores e ao mesmo tempo muito elegante com o paletó de veludo com detalhes na lapela. Mereceu ser aplaudido de pé.


Gary Oldman. Sempre uma referência de estilo para homens acima dos 40. Oldman, que recentemente desfilou para a grife Prada, caprichou e foi um dos destaques da noite. Além de ser um dos grandes atores da sua geração, o inglês mandou muito no figurino. O colete e os detalhes na lapela e nos bolsos do casaco deram um ar diferente para o conjunto. Sem falar no lenço do bolso, que é um toque de elegância nada exagerado, os óculos e a barba grisalha, que mostram que esconder a velhice não tá com nada, muito pelo contrário, são marcas de um homem estiloso e à vontade com o a sua aparência.


Michel Hazanavicius. Outro que esbanjou classe sem esconder a barba branca nem os óculos. Ao melhor estilo elegante e impecável, o diretor francês escolheu um smoking discreto, sem muitos brilhos nem cortes diferenciados. Os únicos detalhes que chamam mais atenção e mostram que Michel é um cara estiloso e não apenas mais um vestido de pinguim, foi o brilho na lapela e os botões escuros da camisa. Très bien!


Jonah Hill. O ex-gordinho do Superbad caprichou no visual para a sua primeira indicação ao Oscar. Deixou os tênis, as bermudas e as camisetas de lado e mandou ver no smoking. Jonah escolheu um modelito todo preto, com casaco, calça, camisa e gravata em tons escuros. Seu paletó ainda se diferencia um pouco pela lapela arredondada, que é menos comum. O cara ainda caprichou no topete para a cerimônia.


Bradley Cooper. Mais um que dificilmente erra nas suas escolhas. Dessa vez foi com certeza um dos mais bem vestidos da noite. Bradley optou por um smoking quase preto, puxando para um grafite. O preto mesmo ficou para o belo detalhe da lapela também arredondada, para o sapato e para a gravata borboleta. Ele foi outro que caprichou no topete e foi mais longe, deixou aquela barba por fazer e cultivou o bigodão com muito estilo. Mais um exemplo de que nem sempre precisamos estar barbeados para ficarmos elegantes.


Christian Bale. O atual Batman mais uma vez não deixou as características super-herói de lado e investiu no preto. Como no Globo de Ouro de 2011 e no Oscar de 2011, Bale vestiu casaco, calça, camisa e gravata pretos. Uma escolha delicada, pois poderia facilmente ser visto como sério demais, caso que não aconteceu devido ao corte do paletó - com uma lapela mais alongada e o abotoamento simples e com um botão -, juntamente com a gravata slim. Mais uma vez, mandou muito bem.

Vale ainda ressaltar alguns ótimos figurinos que sobraram na nossa lista. Foram eles, o 'Artista' Jean Dujardin, Tom Hanks e Tom Cruise. Eles também se saíram super bem e merecem essa menção.


sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Prévia do Oscar 2012

Para quem não sabe, neste domingo (26) acontece a principal premiação do cinema mundial. O Oscar. Confesso que esse ano os indicados deixaram a desejar, tanto em filme, quanto atores e atrizes. Vários ótimos filmes foram esquecidos, da mesma forma que várias ótimas atuações.

Mas independente dessas questões, a premiação é mais uma boa maneira de ficar por dentro do que há de melhor (pelo menos no critério da Academia) tanto dentro quanto fora das telas. E, juntamente com isso, é mais uma boa oportunidade para prestar atenção nos figurinos dos atores na premiação.

Da mesma forma que fizemos com o Globo de Ouro, aqui vai uma prévia do que de melhor está por vir:


Colin Firth. O vencedor da categoria de melhor ator do ano passado mandou super bem no smoking. Com um modelo clássico, sem brilho e sem muitos detalhes, Firth foi discreto mas não passou despercebido. Atenção para detalhes como o brilho nos botões da camisa e no lenço do bolso, que contribuem para que o visual não fique monótono.



Josh Brolin. Fugiu da gravata borboleta mas não do estilo e da formalidade. A gravata com brilho, o blazer de lapela larga e o colete mostraram que não é preciso usar smoking para ser chique e comparecer a eventos como esse.


Javier Bardem. Da mesma forma que Brolin, Javier mostrou elegância mesmo sem vestir o clássico smoking. Ele foi discreto com as cores e mandou super bem na união da gravata slim com o colete. O blazer aberto traz mais conforto e um pouco mais de descontração para uma ocasião tão formal.



Hugh Jackman. O australiano mandou ver no estilo clássico. Também apostou num blazer de lapela larga, só que com abotoamento duplo, o que traz uma cara mais retrô para o conjunto e que combinou super bem, sem ser muito exagerado.



Darren Aronofsky. O diretor também apostou em um modelo mais clássico. Um pouco mais ousado que Jackman, Darren vestiu um blazer de abotoamento duplo, mas com apenas um botão. Vale atentar para o detalhe da lapela com um pouco de brilho e a gravata borboleta mais volumosa, que marcaram um visual clássico e ao mesmo tempo moderno.


Jeff Bridges. O 'dude', vencedor do Oscar de melhor ator em 2010 também mandou muito bem. o colete e os detalhes dos botões da camisa compuseram um visual ótimo. Vale perceber que nem sempre é preciso fazer a barba para ocasiões mais formais. Da mesma forma que, como foi dito ontem, cabelo branco e barba branca podem ser ótimos aliados.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Moda pra homem acima dos 40

Acho que não existe nada mais elegante do que o homem, acima dos 40, 50 anos, bem vestido. Mais do que jovens, que acabam tendo que ficar na linha tênue entre se vestir bem sem parecer velho nem criança.

Aí é que os homens mais experientes têm mais vantagem. Quase nada que eles usam parece falso, parece não combinar com a sua idade, com o seu tipo. É só colocar uma roupa bacana e pronto, ninguém vai achar estranho, só charmoso.

A desvantagem desses caras é muitas vezes vista como maior do que realmente é. Coisas como excesso de peso, falta de cabelo, excesso de cabelos brancos, barba e etc, às vezes, podem contribuir mais do que atrapalhar.

Deixe o cabelo branco aparecer. Esqueça a barriga e a careca (mas tente controlar a primeira). E daí que a barba ficou branca? O charme não foi embora.

Até porque, esconder essas coisas, pode parecer falso e estranho. Por exemplo: homem com cabelo pintado ou peruca, não tá com nada. Nada mesmo. Homem que quer esconder a idade usando roupas de adolescente acaba evidenciando mais ainda a idade, pois fica claro que ambos não combinam. Portanto, você, homem com mais de 40 anos, não tente esconder a sua idade, ela pode ser uma das suas maiores aliadas.

Tente ficar longe das estampas muito chamativas e perto das discretas e das lisas. O mesmo vale para as cores, é bom evitar muita cor gritante, podendo brincar, de vez em quando, com meias coloridas, para dar uma descontraída. O sapato sem meia é outra dica que vale muito para homens dessa faixa etária, principalmente nos dias mais quentes e nas ocasiões menos formais.

Preste (muita) atenção no tamanho do seu manequim. Muitos homens mais velhos tendem a usar roupas maiores do que deveriam, seja no comprimento ou na largura (quando não dos dois). Com isso, parecem mais velhos e despreocupados com a aparência, o que nem sempre é bom.

Não tenha medo de usar bermudas nem camisetas. Afinal, nenhuma das etiquetas tem um limite etário para não usar. Mas procure não exagerar. Nem na frequência, nem nas cores e estampas e nem nos decotes (seja de camisetas ou camisas). Como já falamos, elas não escondem a idade, só evidenciam a discrepância com o tipo da roupa.

Não há nada de errado em assumir a idade. Se existe um 'errado' aqui, é para quem esconde a idade que tem.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Figurino pós-Carnaval

Todo Carnaval tem seu fim. E depois do fim do Carnaval, vem o começo do ano. Sim, porque para muitos, o ano só começa agora. Todo esse período de férias, festas de final de ano, de começo de ano e Carnaval não fazem parte do calendário oficial de trabalho.

Então, para começar, de fato, o ano de 2012, vamos dar algumas dicas de como ir vestido para o trabalho.

Tente não deixar que a sua roupa fale mal sobre você. Afinal, a nossa roupa diz muito sobre a gente. É claro que depende muito do tipo de emprego de cada pessoa. Em alguns casos é obrigatório o uso de uniforme e outros é quase isso. Para aqueles que têm uma maior liberdade de se vestir para trabalhar, vale a pena evitar constrangimentos. Dificilmente usar bermuda para trabalhar é bem-vindo, pode parecer desleixo e relaxamento, o que não é nada bom, principalmente no ambiente de trabalho. Se no seu trabalho não houver problema em usar bermudas, pelo menos busque não dar essa cara desleixada para o conjunto, evitando usar chinelos e outras peças muito largadas. Tente usar uma camiseta pólo ou até camisa com bermuda, que mostra que você é descontraído mas não desleixado.

Nesse verão escaldante, se for usar calça, opte pelos modelos mais leves e também fique longe dos mais largadões. O jeans é um tipo que nunca falha, assim como a calça social. Para os ambientes em que é imprescindível o uso de camisa, calça e sapato, fuja dos mais chamativos. Fique entre as cores mais sóbrias e discretas, como azul, branco e cinza para as camisas, preto, azul e marrom para as calças e marrom e preto para os sapatos. Aqui algumas padronagens são bem-vindas, mas com bastante discrição.

Valem também aquelas nossas dicas de roubar cor, usar sapato sem meia e até meia colorida. Tudo depende do gosto de cada um e do lugar onde trabalha. Com a regra do conforto acima de tudo.

Mais uma vez, a ideia de apostar no simples e no discreto é a mais certeira. Até porque, como já falamos, o Carnaval já passou.


sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Fantasia de Carnaval

Quem já tá dando pulos por causa do Carnaval? Pois é, sexta-feira normalmente já é um dia em clima de agito e festa. E essa sexta, véspera de Carnaval, é ritmo de festa à fantasia.

Todo Carnaval tem AQUELE baile à fantasia que a gente não quer perder. E como este é um blog sobre moda, vamos dar uma mãozinha para aqueles que ainda não decidiram qual fantasia vão usar.

O bacana de uma fantasia é quando ela é diferente, quando não tem ninguém usando a mesma coisa. Por isso, esta é uma das poucas ocasiões em que se recomenda apostar no diferente, exercitar a criatividade e chamar atenção por ser diferente e não por ser só chamativo.

Tente fugir dos clichês como Batman, Jack Sparrow, jogador de futebol, Coringa, Elvis e tantos outros que a gente vê em TODAS as festas. Procure personagens que você se identifica, que você gosta, que você acha diferente, e o mais importante: que você consiga montar uma fantasia parecida.

Repetindo: essa é uma das raríssimas ocasiões onde a regra é ser diferente, é ser criativo para chamar atenção.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Dica de Londres: Carnaby Street

Inaugura-se hoje, uma nova categoria de posts. As dicas de Londres. Na verdade, não precisamos limitar à Londres, mas aí precisaremos da colaboração de amigos viajantes e queridos.

E a primeira dica de Londres é a Carnaby Street. Localizada no Soho e rodeada por centros comerciais famosos como a Oxford Street e a Regent Street, essa "Rua da Praia" de Londres é uma rua só para pedestres. Pedestres de bom gosto e prontos para gastar algumas libras. Ela virou uma referência de Londres, para quem gosta de coisas diferentes, sejam elas modernas ou retrôs.

A Carnaby começou o seu sucesso e virou referência de moda, música e arte nos anos 60, pois era uma espécie de point onde os Mods se reuniam. É possível ver diversas fotos de gente famosa desfilando pela rua, como os Beatles, Rolling Stones e os Kinks.

Hoje em dia ela é mais do que apenas uma rua para fazer compras. Ela é um ponto turístico. Na época do Natal, ela se enfeita toda com luzes e balões, dando um ar natalino, mas com as características marcantes da rua. Seguidamente ocorrem desfiles de moda das lojas no meio da rua, shows e DJs colocando música para as pessoas dançarem enquanto passeiam.

A Carnaby é também uma rua que reúne ótimas lojas, seja de moda masculina, feminina, decoração e etc. Seus restaurantes e pubs também esbanjam muito estilo e extremo bom gosto, o estilo londrino descontraído e moderno. Um astral diferente, divertido e muito estiloso.

Entre as suas principais lojas, estão a Pretty Green (loja da grife do (ex-) vocalista do Oasis, Liam Gallagher), a Vans, Gola, Lee, Levi's, G-Star Raw, Lambretta, Puma, The Kooples, Size? e muitas outras que não cabem mais aqui.

Estação de metrô mais perto: Oxford Circus.

Não deixem de conhecer, nem que seja para tirar uma foto e tomar um pint de Guinness.