sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Referência pra casal: Lily Aldridge e Caleb Followill

Mais uma vez, para embalar a sexta-feira com muito amor, música e estilo, nosso post mistura as três categorias.

É porque o nosso casal referência de hoje é formado pela modelo (e Angel da Victoria's Secret) Lily Aldridge e o vocalista do Kings of Leon, Caleb Followill.

Caleb é um dos músicos mais bem vestidos da sua geração. Com muitas botas, jaquetas de couro, calças justíssimas, camisetas surradas, coletes e camisas, o cara só troca a sua Gibson pela sua mulher. E vamos combinar, ele fica bem com as duas.

Lily, assim como o marido, tem um estilo bastante simples, porém nada sem graça. Sem nunca passar despercebida, ela pode ser considerada uma versão feminina de Caleb, porém com menos botas de caubói e mais... mais Victoria's Secrets.

Para quem gosta de um fim de semana com música boa, gente bonita, apaixonada e estilosa, eles são a referência.

Bom final de semana.


quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Rosa pra homem

Hoje vamos falar de um dos assuntos mais polêmicos quando se fala em vestuário masculino: homem pode vestir rosa?

Provavelmente todo mundo já ouviu aquela frase 'tem que ser homem de verdade para usar rosa'. Concordo muito. Mas isso não significa que 'quanto mais rosa você usa, mais homem você é'. Nem o contrário.

Acredito que como qualquer cor muito vibrante, o ideal é ter uma boa dose de parcimônia, ou seja, evite exagerar. Peças isoladas são super fáceis de acertar. Por exemplo: gravata, meia, pulseira e etc. Portanto, evite usar muitas peças da mesma cor, como casaco, camisa e calça.

Outra questão que merece cuidado é o tom de rosa. Rosa pink e rosa choque são muito mais difíceis, já que chamam muito mais atenção. Uma dica seria optar por tons mais discretos, ou em texturas que aliviem um pouco, como xadrez, listrado, quadriculado e outras, podendo até serem usadas em ambientes de trabalho ou ocasiões mais formais.

Cores que vão bem com rosa: branco, azul marinho, cinza escuro e preto. Mas claro, o que vale é experimentar e levar o gosto pessoal em primeiro lugar.


quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Referência pra homem: Ricky Wilson

No embalo dos inúmeros festivais de música que acontecem durante o verão do hemisfério norte, apresentamos a nossa referência de hoje: Ricky Wilson.

Charles Richard Wilson, inglês do norte do país, é vocalista de uma das bandas de mais expressão dos anos 2000, os Kaiser Chiefs. Escolhido pela revista britânica NME como o mais bem vestido do ano de 2006, Ricky faz estilo não só com as roupas, mas com as suas apresentações em público. Se o Kaiser Chiefs é uma das bandas de mais presença de palco, muito se deve ao seu vocalista, que não satisfeito em correr de um lado para o outro, seguidamente escala as estruturas e se pendura pelo palco durante o show.

Seu charme começa com seus (naturais) cabelos vermelhos, que, querendo ou não, aumentam ainda mais a elegância do homem. A presença das combinações com jeans e botas, sem nunca ser extravagante demais, nem sem graça, fazem com que Ricky mereça todo o reconhecimento pelo excelente vocalista que é e pelo enorme talento que tem para se vestir.


terça-feira, 28 de agosto de 2012

Nó de cachecol: duas voltas

Para aqueles ainda não se acostumaram com o fim do inverno, aqui vai um post para matar a saudade e ajudar quem pretende pegar um friozinho fora do país.

Depois de falarmos do nó parisiense, hoje é a vez do nó... ok, esse não tem uma nacionalidade. Nem um nome próprio. Mas pode ser chamado de 'nó de duas voltas'. É um dos mais simples. E ao mesmo tempo é um dos mais estilosos e que mais protegem do frio.

Diferente do parisiense, ele não é um nó na prática. São duas voltas em torno do pescoço, deixando as duas extremidades para frente. Se o cachecol é muito comprido, é possível dar mais voltas, porém evite o excesso, que cria muito volume e um resultado não tão bacana. Se for muito curto, uma volta já funciona.

Cachecol é que nem gravata. Um bom nó faz toda a diferença.



segunda-feira, 27 de agosto de 2012

O estilo dos festivais Leeds e Reading 2012

Ultimamente o assunto "festivais" tem tomado conta da nossa pauta de estilo.

Acontece que esses são alguns dos eventos que reúnem a maior quantidade de referências. Sejam elas de música, de visuais, de novidades... É enorme a quantidade de coisas que podemos tirar de um festival.

Nos últimos três dias (sexta, sábado e domingo), a Inglaterra recebeu dois dos seus inúmeros festivais de verão, o Reading e o Leeds Festival. Dois festivais que acontecem ao mesmo tempo, com o mesmo line-up, que se intercala durante os dias. Por exemplo, enquanto Foo Fighters, Black Keys e Kaiser Chiefs tocavam na sexta-feira em Leeds, em Reading tocavam The Cure e Bombay Bicycle Club.

E um festival dessa magnitude, no coração da Inglaterra - país de tão grande e rica cultura - serve não somente para se ouvir boa música e conhecer bandas novas, mas também para ver o estilo de todos. Dos que estão no palco e dos que estão na platéia.

Um verdadeiro coquetel de referências.

o estilo da platéia
Florence And The Machine

Kasabian

Eagles of Death Metal
Foster The People
Howler
Kaiser Chiefs
Black Keys
The Hives
Two Door Cinema Club
Foo Fighters

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

O line-up final do Planeta Terra 2012

Já é definitivo: o Planeta Terra 2012 está com um line-up de peso.

E para não ficar muito atrás do ano passado, a organização do festival caprichou e divulgou essa semana o nome de todos artistas que subirão no palco do Jóquei de São Paulo, no dia 20 de outubro.

Como já havíamos falado, os Kings of Leon - um dos headliners do evento - virão para encantar os fãs que há muito tempo andam  desanimados com o atual momento da banda. E quem se juntou a esse super time de bandas e estilosos foi a banda inglesa Kasabian, considerada uma das melhores bandas 'ao vivo' da atualidade e mais uma enorme referência de moda e música. Os também ingleses do Maccabees também estão com presença garantida, com um estilo musical e visual super alternativos. Ainda para se juntar aos elegantes do Kings of Leon, Kasabian e Maccabees, temos os californianos do The Drums, uma banda com a cara da Califórnia, moderna e cheia de atitude.

Vale a pena ficar de olho, seja ao vivo ou pela internet, no que vai rolar durante o dia 20 de outubro, em São Paulo. Muita música boa, gente bonita, talentosa e estilosa.

Line-up completo:
- Kings Of Leon
- Kasabian
- Garbage
- The Drums
- Gossip
- Maccabees
- Azealia Banks
- Banda Uó
- Madrid
- Best Coast
- Suede
- Little Boots
- Mallu Magalhães


quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Julian Casablancas: aniversariante do dia

Mas hoje também é dia de homenagear quem está vivinho por aí. E aloprando com estilo, atitude e talento de sobra.

Um dos grandes nomes da música dos últimos 10 anos, Julian Fernando Casablancas completa hoje 34 anos. Parece que foi ontem que aquele menino magrelo, de voz desafinada e gritos super característicos surgiu na cena roqueira mundial. Em companhia ou não dos Strokes, o vocalista também é guitarrista, pianista, baterista e etc, tocando a maioria dos instrumentos do seu álbum solo, 'Phrazes for the Young'. E tudo isso, claro, por trás de um visual altamente estiloso e cheio de atitude. Também, filho do criador da Elite Model Management, Julian não poderia ser diferente. Frequentador constante aqui do blog, Julian é sempre uma boa referência.

Keith Moon e Gene Kelly: aniversariantes do dia (póstumos)

Hoje é mais um dia daqueles de lembrar grandes personalidades, que deixaram enormes legados e muita saudade:

Keith Moon. O provável maior baterista de todos os tempos. O mais louco, pelo menos. Responsável por muitos palcos detonados, baterias quebradas e garrafas vazias. Sim, porque o que o baterista do The Who tinha de talentoso, tinha de rebelde e inconsequente. Seu estilo de se vestir pode não ser o mais copiado e reconhecido, mas sua performance com as baquetas na mão faziam com que todo o resto fosse esquecido. Morto em 1978, aos 32 anos, Keith foi o melhor e mais estiloso baterista da história.


Gene Kelly. Um dos precursores do cinema musical da história. Era ator, cantor, diretor, produtor e coreógrafo. Junto com Fred Astaire, marcou a indústria da sétima arte com muita música, talento e o estilo inconfundível dos anos 40 e 50, através de combinações sempre impecáveis e cheias de charme. Um homem que até hoje arranca suspiros das mulheres. Falecido em 1996, Kelly deixou um legado enorme, com obras primas como 'Cantando na Chuva', um espetáculo de elegância e talento.

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Referência pra homem: Oskar Metsavaht

É com muito orgulho que hoje apresentamos a nossa primeira referência nacional pra homem.

E para representar o homem (estiloso) brasileiro, escolhemos o estilista, diretor criativo e criador da marca Osklen, Oskar Metsavaht.

Gaúcho de origem, Oskar possui muitas características admiráveis, que, independentemente da idade, sempre fazem um homem ser estiloso. Sem nunca fugir do preto, cinza, branco e semelhantes, o cara não possui aquele perfil tão tradicional de estilistas de moda. Da mesma forma que a nossa referência da semana passada, Michael Bastian, ele foge dos padrões de estilistas extravagantes usando roupas discretas, porém muito bem pensadas.

Seu bom gosto vai muito além de suas criações, pois além de ser um ícone de estilo e ser um estilista de renome, Oskar também dirige as produções da Osklen, fotografando, filmando e cuidando de tudo. Uma referência cheia de bom gosto para se vestir e vestir os outros. E o melhor, com sotaque brasileiro.


terça-feira, 21 de agosto de 2012

Dica de Londres: Chelsea

Depois de algum tempo, voltamos com mais uma dica de LondresDessa vez, uma dica bem posh

Chelsea é um bairro tradicional londrino, onde as famílias mais ricas e burguesas da cidade vivem, comem, bebem e passeiam.

E como a regra em Londres é bater perna e descobrir coisas novas, Chelsea é o lugar ideal. Descer no metrô Sloane Square, atravessar a praça que leva o mesmo nome e caminhar pela King's Road já é um belo passeio. Essa rua é uma das mais famosas de Londres e um dos maiores palcos da moda local, pois abriga lojas talvez não tão famosas, mas exclusivas, cheias de charme e bom gosto. Ali perto, na Duke Of York Square, encontra-se um pequeno centro comercial, com lojas como All Saints, Zara, Banana Republic, Ted Baker e muitas outras, além de ótimos cafés, bistrôs e uma pequena loja da fantástica editora alemã Taschen. Um pouco mais adiante, para o sul, fica a Saatchi Gallery, uma das mais famosas galerias de arte do país. Conhecida por descobrir novos talentos da arte contemporânea, a Saatchi Gallery é parada obrigatória.

Chelsea é uma das regiões mais ricas de Londres. Em todos os sentidos. E por isso, vale reservar algumas horas da tarde para conhecer.