quarta-feira, 27 de março de 2013

Aquecimento Lollapalooza: dia 2

Continuando com a nossa preparação para o Lollapalooza Brasil, hoje falamos sobre as principais atrações do segundo dia de festival.

Aqui vão alguns artistas que tocam sábado, dia 30, no Jockey:

Gary Clark Jr. Se você gosta de blues e bom rock, já ouviu falar nele. Dono de uma voz excelente e de uma habilidade enorme para tocar guitarra, ele já foi comparado a monstros como Jimi Hendrix e Eric Clapton. Seu talento também aparece na hora de se vestir, mostrando muito bom gosto para trajar belas camisas, botas, jeans e ricos acessórios.


Two Door Cinema Club. Eles já foram de bandinha desconhecida até febre mundial. Os irlandeses do Two Door se encontram naquele momento crucial, onde devem provar que não são uma banda de um disco só. Tanto que eles são uma das principais atrações do sábado, tocando no palco principal do evento. Olho neles e no figurino, que costuma ser nota 10.


Alabama Shakes. A última grande descoberta da música alternativa. O quarteto, liderado pela incrível vocalista Brittany, chega pela primeira vez ao Brasil sob os olhares de muita gente. Gente que considera essa uma das melhores e mais criativas bandas dos últimos anos. Olhares também direcionados para o vestuário do pessoal. Muitas misturas e algumas boas ideias.


Franz Ferdinand. Dividindo as atenções com o Alabama Shakes (tocam exatamente no mesmo horário, mas em palcos diferentes), o Franz volta ao Brasil depois de um bom tempo longe dos holofotes. Não tem problema, pois trata-se de uma banda que não faz música ruim. Pode até não emplacar grandes hits, mas encanta todo mundo com a simplicidade, o carisma e a elegância de sempre.


Queens of The Stone Age. Responsáveis por boa parte da quebradeira do dia, os americanos do QOTSA fazem um som pesado, mas de extrema qualidade. Liderados pelo fantástico Josh Homme, os caras misturam essa pegada roqueira de raiz com um estilo dark com grande sabedoria, vestindo-se muito bem e servindo de referência pra muita gente. Não dá pra perder. 


Black Keys. Grande atração da noite. Ou melhor, do festival. Pela primeira vez no Brasil, o duo de Ohio vai encontrar uma legião de fãs sedentos por rock de qualidade. Fãs que vão encontrar não apenas uma das maiores bandas do mundo, mas também uma das mais bem vestidas. Sim, porque se tem uma coisa que Dan e Pat sabem fazer - além de levantar multidões - é acertar no figurino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário