segunda-feira, 1 de abril de 2013

O estilo do Lollapalooza Brasil 2013

Finalmente. Depois de muitas horas de pé, filas e lama pelas canelas, o Lollapalooza Brasil terminou. Três dias sensacionais, de música do mais alto nível, gente bem vestida e diversão.

Não dá para apontarmos qual foi o melhor show, nem qual banda foi a mais estilosa. O que podemos dizer é que o show do Black Keys superou expectativas, o Killers (desculpe o trocadilho óbvio) matou a pau, o Hives enlouqueceu a platéia, o Franz Ferdinand levantou todo mundo com a sua interminável coleção de hits, o Kaiser Chiefs não parou um segundo, o Pearl Jam juntou um público impressionante (até para o Pearl Jam)... E por aí vai.

Sorte nossa que para o ano que vem a organização do evento já confirmou que segue no Brasil, anunciando que mais uma vez o Lollapalooza ocorrerá na Páscoa.

Esperemos por mais line-ups como o de 2013.

Black Keys. Pela primeira vez no Brasil, a dupla de Ohio emocionou, incentivou e fez tudo isso ocupando o posto de uma das bandas mais bem vestidas das 3 noites.


Franz Ferdinand. Sumidos há algum tempo, os Franz fizeram muita gente lembrar porque esse é um dos shows mais animados de todos. Hits que não acabam mais e roupas ao melhor estilo escocês.


Kaiser Chiefs. Responsável por boa parte do cansaço do público do último dia, os Chiefs esbanjaram charme, principalmente devido ao seu incansável líder e ícone de estilo, Rick Wilson. 


Vanguart. Liderados pelo talentosíssimo Hélio Flanders, os caras competiram de igual para igual com muitas atrações internacionais em termos de música e estilo.


Foals. Com uma apresentação bastante animada e acompanhada de perto por fãs fanáticos, a banda mostrou porque tem feito tanto sucesso com o que toca e o que veste.


The Hives. Uma das atrações mais esperadas do festival, os suecos botaram muita gente para pular, mesmo que na lama. Suas caretas, gritos e riffs, somado ao incrível figurino, contagiou até quem só estava esperando pelo Pearl Jam.


Two Door Cinema Club. Ajudados por um raro momento de sol e boa luz, o Two Door botou muita gente para dançar com seus famosos hits, chamando a atenção também para as boas escolhas no figurino.


Gary Clark Jr. Mesmo tocando no início da tarde e sem fazer muito alarde, o novo grande nome do blues, impressionou muita gente com o seu excepcional talento para tocar, cantar e se vestir.


The Killers. Com um verdadeiro show de luzes e pirotecnia, a banda liderada pelo sempre elegante Brandon Flowers, fechou o primeiro dia do evento contagiando dos seus fãs mais assíduos  até quem decidiu não ir embora cedo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário