segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

O estilo do Oscar 2013

Para quem não conseguiu ficar acordado até tarde, ou simplesmente não quis dormir as 2h da manhã, aqui vai o que de melhor aconteceu ontem, naquela considerada a mais importante premiação do cinema internacional.

Chris Pine. Um dos mais elogiados da noite. Isso porque ele conseguiu, como poucos, a façanha de vestir um blazer de abotoamento duplo da maneira certa: não escolhendo um modelo muito grande, que geralmente alarga mais o tronco da pessoa. Depois de acertar nas medidas do blazer, o restante fica muito mais fácil. Destaque para a barba impecavelmente mal feita.


Bradley Cooper. Sua presença no blog está tão constante quanto a sua presença nas galerias de mais estilosos. Com muita categoria, Bradley nos dá uma aula de como vestir um smoking de três peças. Sem grandes exageros e com os tamanhos perfeitamente escolhidos, o ator investiu num colete discreto para chamar a atenção da melhor maneira. Mais uma vez ele se saiu muito bem.


Josph Gordon-Levitt. Quando um homem se destaca em cerimônias como a de ontem, geralmente é pela sutileza dos detalhes, não pela quantidade de cor ou brilho no conjunto. É o caso de Joseph, que com apenas alguns caprichos como a lapela com a borda 'enfeitada' e o broche vermelho, conseguiu arrancar elogios pelo bom gosto e pela boa dosagem.


Chris Evans. O Capitão América fez questão de largar o escudo e as cores muito chamativas do seu personagens para comparecer ao Teatro Dolby. Ao deixar de lado a gravata borboleta e escolher um modelo mais tradicional, Chris se saiu muito bem, ficando naquela que denominamos de 'região segura', onde o certo é apostar no simples. Talvez um lenço no bolso ou algum detalhe discreto no blazer o ajudasse. Mas na dúvida, melhor ficar com o comum.


Christoph Waltz. Pela segunda vez na carreira Christoph se sagrou o vencedor na categoria Melhor Ator Coadjuvante, pelo seu papel em 'Django'. E a sua segunda aparição no lugar mais alto no pódio lhe deu mais confiança e sabedoria na hora de se vestir. Com um belíssimo smoking azul, o austríaco se sagrou um dos vencedores na categoria de mais bem vestido. Reparem na lapela do blazer - nada coadjuvante.


Eddie Redmayne. Outro que tem gostado de aparecer em nossas relações é o inglês que aos poucos surge como um dos mais elegantes atores do momento. Seu costume simples e de medidas extremamente adequadas, nos mostrou, mais uma vez, que Eddie merece muita atenção quando se trata de vestimentas. Para se diferenciar um pouco da maioria, ele deixou que os pés fossem a parte mais ousada do figurino, calçando um belo par de slippers pretos.


Daniel Day-Lewis. Depois de ontem não restaram dúvidas de que este inglês de 55 anos é um dos maiores atores, não apenas da sua geração, mas de todos os tempos. Também ficou claro que ele sabe muito bem como se portar em eventos do tipo. Raramente escolhendo ternos comuns, Daniel fez o certo quando a intenção é se diferenciar: ousou nos detalhes e na medida certa. Assim como C. Waltz, ele escolheu um smoking de cor diferente, mas nada de muito chamativo. Os detalhes em preto na lateral da calça, na lapela e na gravata, foram perfeitamente equilibrados.


Daniel Radcliffe. De novo, para não errar feio, o melhor é investir no simples, no certeiro. Com um smoking clássico, o ex-Harry Potter também merece elogios. A gente sabe que muitas vezes a intenção é ousar para ser notado. Pois isso não é bem assim. Com uma combinação preto e branco bastante adequada e um costume muito bem alinhado, o inglês entra na nossa galeria por acertar no básico e não escorregar em nenhuma cor desagradável ou brilho exagerado.


Barbados no baile. A noite de ontem, também ficou marcada como a de maior concentração de barbudos por metro quadrado. Além de Chris Pine e Bradley Cooper (citados acima) George Clooney, Jean Dujardin, Paul Rudd, Ben Affleck, Justin Theroux e Hugh Jackman foram alguns do presentes que fizeram muito bem em aposentar os barbeadores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário