quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Moustache everyday

Como alguns já sabem, Novembro foi o mês do bigode.
Mas quem disse que o bigode precisa de um mês? Por acaso a costeleta precisa de mês? E o cavanhaque?

Não é durante o mês de Novembro que os mais ilustres bigodudos desfilam seus pelos faciais por aí. Brandon Flowers, Freddie Mercury, Charlie Chaplin, Clark Gable, Einsten e tantos outros cultivam ou cultivavam o bigode sempre.

O bigode já foi cool, já foi cafona, já foi pornochanchada e hoje voltou a ser cool. Claro, criaram até o mês do bigode.

Independente disso, o que vale dizer é que: acompanhado ou não de barba, o bigode sempre será cool, sempre será cafona e sempre será pornochanchada. O que não faz sentido é dizer hoje que uma coisa é bacana, é "tendência" e daqui 10 anos, isso tudo vai ficar "fora de moda" e vai entrar no ciclo cool-cafona-pornochanchada...

Por isso, cultivem os seus bigodes! Raspem os seus bigodes! Só não os façam porque alguém disse ou deixou de falar que bigode é moda.


terça-feira, 29 de novembro de 2011

Pra dentro ou pra fora?

O que é melhor? Camisa para dentro da calça ou para fora da calça?
A verdade é que não existe um certo ou errado. A regra número 1 é a do conforto. O mais indicado para camisas é usar para dentro da calça. Mas é claro que existem exceções.

Quando usadas com blazer, sem gravata, as camisas podem ser usadas tanto para dentro quanto para fora. O primeiro, mais arrumado e o segundo, mais despojado.

Quando forem usadas com blazer e gravata, recomenda-se que sejam colocadas para dentro da calça, pois uma gravata já dá o toque formal e, consequentemente, "pede" uma camisa para dentro. Não é errado usar camisa para fora da calça nesse caso, mas é preciso mais cuidado para não passar a impressão de "me vesti correndo e não deu tempo de arrumar a camisa".

As camisas usadas sem blazer e sem gravatas são um caso delicado, pois podem facilmente deixar uma impressão errada. Muito depende da forma como isso é feito. Colocar a camisa para dentro e a calça muito acima do umbigo não é o mais indicado, a não ser que você queira ser chamado de "tiozão".

É bom sempre prestar atenção no tamanho da camisa. Camisa muito grande não fica bem nem pra dentro nem pra fora da calça. O mesmo vale para camisa apertada, é claro.


segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Referência pra homem

Chegou o verão, chegou o verão, a estação mais (insuportavelmente) quente do ano. E com ele, a nossa referência de hoje.
Eu sei que para muitos homens é difícil manter a elegância no calor. O corpo sua, a pele irrita e dá vontade de sair só de sunga na rua. Mas, para quem não pode (ou tem vergonha de) sair assim, eis aqui uma ótima ideia de look à prova de calorão. Uma camisa pode muito bem ser usada com uma bermuda. Basta ter atenção em alguns detalhes como as estampas, tamanhos e cores. No caso acima, as cores básicas e tamanhos corretos das peças (nem largas nem justas), se completam super bem. O sapato sem meia dá o toque final com um resultado minimalista. Perfeito pro verão.

Academia em casa

Pra quem não vai à academia, existe outra maneira de entrar em forma para o verão. Ou pelo menos pro final dele.
Os exercícios em casa são quase tão eficientes quanto os de academia.

Um jeito de malhar que dá muito resultado é o exercício com elásticos. Sabe aquele elástico que as pessoas usam em fisioterapias e etc? Pois é, ele é uma ótima opção para fazer academia sem ir à academia. Eles funcionam da mesma forma que os pesos/halteres ou roldanas.

Na internet é possível achar vários exemplos de exercícios para fazer. Eles podem contemplar várias partes do corpo, como bíceps, tríceps, ombros, pernas, abdômen etc.

O ideal é manter uma frequência e não fazê-los esporadicamente, o que não gera nenhum resultado. O excesso também nunca é bom, podendo causar lesões e coisas do tipo. Recomenda-se realizar umas três séries, de 15 a 20 repetições, três vezes por semana.

Vale a pena pesquisar os movimentos e sair praticando.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Relógio Casio anos 80/90

Todo mundo tem um gosto retrô. Uns mais outros bem menos. E uma das coisas bacanas e que, na maioria das vezes é atemporal é o relógio.

O relógio é um acessório que todo homem gosta, todo homem usa. Pelo menos em se tratando de acessórios, o relógio é o que mais "vende".

Falando em relógio e em retrô, a Casio, tradicional marca de relógios dos anos 80 e 90, tem investido nesse gosto retrô. Eles estão voltando a comercializar aqueles famosos reloginhos digitais, que eram febre nos anos 90. E o bacana é que eles voltaram com tudo mesmo. Todas as cores e gostos. Existem os de metal (prata ou ouro) ou borracha (todas as cores do arco-íris e algumas mais). Isso faz com que eles não sejam restritos à homens nem à mulheres. Tem pra todos.
Tendência há mais de 20 anos.


quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Organiza aí

Pode parecer exagero, mas não é. Um guarda-roupa bem organizado salva vidas. Ok, agora foi exagero, mas um guarda-roupa organizado ajuda muito. Ter um armário arrumado economiza muito tempo. Não tem aquela coisa de "onde tá a camisa branca?", "perdi a camiseta azul", "quem pegou minha calça marrom?", "não acho o meu sapato preto"... e essa loucura toda. Existem diferentes formas de organizar o armário. Pode ter certeza, ajuda muito.

Uma opção é organizar por cores. Com camisetas, por exemplo, dá para fazer pilhas de camisetas claras, escuras e coloridas. O mesmo serve para as outras peças, calças, bermudas e moletons.

Outra maneira de organizar é por ocasião. Aqui, o ideal é separar o armário em seções de roupas de dia-a-dia, esporte, formais e etc. Salve tempo, sabendo onde procurar a roupa, de acordo com a ocasião.

Por último, para evitar muita mistura, tem a organização por estação. Deixar casacos e jaquetas guardados juntos é um exemplo. O mesmo serve para camisetas de manga curta, bermudas, moletons etc. Aí é só ver como está o dia lá fora, porque a roupa, já sabe onde encontrar.


quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Cores que combinam: marrom e azul

Se tem uma coisa que eu gosto muito de fazer é usar peças de roupas com cores diferentes. E isso não significa que gosto de usar roupas chamativas! Mas eu procuro combinar cores não são necessariamente parecidas. Procuro encontrar cores que não tenham nenhuma semelhança, mas que juntas, fiquem bacanas.

O caso mais famoso é o clássico preto e branco. Lembrando que essa história de combinar cores diferentes não é nenhuma novidade, principalmente no caso do preto e branco.

Uma das combinações que eu mais gosto é o marrom com azul.
Independente do tom, ficam super bem. Pode ser azul claro, marinho, petróleo. Pode ser marrom claro, escuro etc. Não sei explicar a razão pela qual essas duas cores ficam tão bem juntas, elas apenas ficam.

Vale lembrar que essa combinação serve para qualquer peça de roupa. Camiseta e calça, casaco e camisa, sapato e calça, gravata e camisa e várias outras.

Aqui vão alguns exemplos de marrom com azul:


terça-feira, 22 de novembro de 2011

O xadrez virou clichê?

Não é nenhuma novidade que a camisa xadrez se destacou muito nos últimos anos.

Ela é ótima. Pode usar com calça jeans, calça social, bermuda, terno (com ou sem gravata), aberta, fechada etc.
As cores também podem ser bem legais de variar. Acertando na combinação e cuidando os exageros, não tem problema nenhum.

Acontece que, com esse destaque dos últimos anos, a camisa xadrez virou mainstream. Virou peça de figurino de cantor sertanejo, Não tem problema nenhum. A única questão é não ficar marcado por um visual sertanejo. Quem gosta, tem que usar, mas cuidado para não abusar. Um exemplo é a quantidade de estampas: quando colocar uma camisa xadrez, o ideal é deixar o resto do conjunto com menos estampas possível.

Não é porque a camisa xadrez virou coisa de cantor sertanejo, que não se deve mais usá-la. Mas não é porque ela "virou moda" nos últimos anos, que ela deve ser usada sempre.


segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Camiseta Henley

A camisa Henley não é exatamente uma peça de roupa nova, que virou tendência há pouco tempo. No século 19, ela era usada como roupa de baixo, junto com as ceroulas. Da mesma forma que Marlon Brando popularizou a camiseta básica, a Henley shirt se tornou "roupa de cima". O bacana é que ela fica entre uma camiseta básica e uma camiseta pólo. Pode ser usada por baixo de casacos, jaquetas e malhas. Pode também ser usada por cima de camisetas básicas, seguindo a nossa dica da sobreposição.

Referências e indicações de uso, vão abaixo:


sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Referência pra homem

No clima da sexta-feira, um Strokes de referência e para animar o final de semana.


Os Strokes são assíduos frequentadores do blog. Como sempre bem vestidos, são referência para nós, homens com bom gosto - musical e fashion -. No clima "festa de fim de semana", eles nos dão uma boa ideia de como se vestir para a "balada". Com jaquetas de couro, calças jeans e cores que dificilmente fogem do padrão cinza, preto e branco, eles são uma ótima referência de look para a noite.

Barba e bigode

Para quem não costuma ir todo dia no barbeiro e prefere fazer a barba em casa, aqui vão algumas dicas para não fazer feio:

Para começar, é sempre bom lavar o rosto e o pescoço com água morna e sabonete. A oleosidade e a sujeira embaraçam o pelo e o tornam difícil de barbear. A água morna dilata os poros e deixa a barba mais macia.

Após essa lavagem, aplique o creme de barbear de forma lenta e em movimentos circulares. O creme ajuda a "amaciar" a pele e facilitar o trabalho. Para peles sensíveis, utilize um creme de barbear para peles sensíveis.

O ideal é verificar se a lâmina está afiada, conferindo se a fita lubrificante está ficando branca. Quando isso acontece, a lâmina perdeu o fio. Aqui, a pressa é super inimiga da perfeição. Faça movimentos leves e no sentido do crescimento do pelo (nunca contra!), para não causar vermelhidão nem cortes.

Por último, lave o rosto com bastante água e depois aplique uma loção pós-barba, que vai evitar irritações na pele, especialmente em peles mais sensíveis.

Outra dica é fazer a barba no banho. O vapor da água ajuda a dilatar os poros e amolecer a barba. Com a ajuda de um espelho, faça o mesmo processo, sem precisar de creme de barbear. E se o espelho embaçar? Passe um sabonete que já resolve. Depois do banho, aplique uma loção pós-barba.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Dobradinha

Aqui vai uma dica para quem sofre com o comprimento da calça. Para não deixar aquele volume logo acima do sapato/tênis nem deixar arrastando no chão.

A bainha existe para nos livrar desse pesadelo.

Para os mais discretos e tradicionais, existe a barra lisa, aquela que é dobrada para dentro e não aparece. Essa é mais indicada para ocasiões sociais e fica melhor com sapato do que com tênis.

Mas existe também, a barra italiana e as suas variações. Esse é o tipo de bainha que é dobrado para fora, dando um ar mais despojado e descontraído. Combina muito bem com o jeans, mas também vai bem com outros tecidos. O ideal é enrolar/dobrar no máximo 3 vezes, para evitar o excesso de volume e para a calça não parecer curta demais (evitar passar do tornozelo é o mais indicado nesse caso). Também deve-se ter cuidado com a espessura da bainha, não devendo ser muito fina (pois teria que enrolar mais vezes), nem muito grossa (que chama muita atenção e dá uma impressão de achatada). O único "porém" é com a calça social, que pede uma bainha de uma dobrada só e não mais de 3 dedos de espessura, sendo feita provavelmente por um alfaiate pois requer melhor acabamento.


quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Referência pra homem

Entrando na onda jeans de hoje, o "Referência pra homem" de hoje tem jeans.
Nessa imagem, vemos uma ótima e simples maneira de usar camisa jeans. Esse tipo de camisa é difícil de combinar, pois são poucos os casos em que uma camisa jeans combina com uma calça jeans. Como no exemplo acima, o jeans combina muito bem com cores como marrom e preto, que ajudam a dar um contraste para a camisa. No pé, podemos variar bastante, aqui, um tênis básico caiu muito bem e completou a simplicidade do visual, mas poderia facilmente ser trocado por um sapato (preto ou marrom) com ou sem meia.

O bom e velho jeans

Existe peça de roupa mais básica e essencial do que o jeans?
Jeans nunca é demais. Nunca é igual. Não é tendência, nem nostalgia.
E o jeans envelhecido não é uma exclusividade dos roqueiros e punks. É uma peça de roupa que combina com tudo sem ficar exagerado.
O bacana é acertar no quão envelhecida e rasgada é a calça.
Para quem é mais conservador, o ideal é optar por modelos menos desbotados e com menos rasgos. Para os mais ousados, não tem problema ficar com o joelho de fora, mas claro, não muito mais do que isso.
Lembrando que o jeans pode ser velho mesmo, daqueles que perdem a cor e rasgam com o uso, ou novo, mas com cara de envelhecido.
Vale a pena prestar atenção no corte (como foi dito aqui), não usar nada muito largo, nem muito apertado. Como sempre, o conforto vem em primeiro lugar.


quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Bolsa pra homem

Eis um tabu para muitos homens.
Da mesma forma que homem pode usar calça colorida e acessórios, pode usar bolsa sim. Existem diversos modelos bacanas e que não parecem ter sido comprados em loja feminina. A bolsa masculina funciona muito bem como uma facilidade para trabalhar e andar por aí sem precisar ficar carregando muita coisa, como notebook, caderno, celular, carteira, óculos, agenda etc.
Pra quem gosta de combinar tudo, vale a dica de roubar cor: usar a bolsa da mesma cor de alguma outra peça de roupa, assim não fica tudo muito misturado e colorido.
Estampas também tão valendo - com alguma parcimônia -, pode ser camuflada, xadrez, listrada, e por aí vai. O material também pode variar bastante, tem o couro, tecido, nylon e outros.
Quanto ao tamanho e o formato, o ideal é não ser nem muito grande, que parece uma mala de viagem, nem muito pequena, como uma bolsa feminina.
Existem modelos de alça comprida, para pendurar no ombro (cruzado ou não); com alça curta, para levar na mão, como uma sacola; ou sem alça, para carregar em baixo do braço (clutch). Todos estão valendo, o que não vale é ter preconceito.

Bolsa é coisa de mulher. E de homem também.