terça-feira, 13 de março de 2012

Dica de Londres: Portobello Road

Como prometido, vamos seguir dando dicas de Londres. Sempre aliando ao estilo e ao bom gosto, sem necessariamente gastar muito.

E a dica de hoje é a Portobello Road. Uma rua/região de Londres que é parada obrigatória para qualquer um, independente da idade, do sexo, do poder aquisitivo ou do gosto. Na Portobello tem tudo. E tudo com um jeito londrino e ao mesmo tempo caribenho. Sim, caribenho. Porque a região de Notting Hill (onde fica a Portobello Road) é uma região que foi inicialmente ocupada por imigrantes de países da América Central, como Cuba e Costa Rica. Uma coisa que mudou bastante depois do filme 'Um Lugar Chamado Notting Hill'. Aí começou o glamour do lugar, onde hoje, personalidades como Madona e Kate Moss possuem modestas residências.

Aos sábados possui o tradicional mercado de rua, o Portobello Market, uma espécie de brique ou feira de rua, onde várias bancas vendem antiguidades, artesanatos, frutas, legumes, CDs, roupas e muito mais. Mas nos outros dias tudo funciona, lojas estilosíssimas como a All Saints (uma das minhas preferidas no mundo) e Jack Wills recheiam o lugar com um toque de grife, mas com a essência de Londres. Os brechós são outra característica da rua, afinal, comprar roupa de segunda mão tá na moda, né?

Para quem visitar a Portobello, é bom não deixar de conferir a livraria 'Travel Book Shop', a qual o personagem do filme 'Um Lugar Chamado Notting Hill' é o dono, ela fica na Blenheim Crescent, número 15. Não deixe também de tomar um milk shake no 'Mikes', que fica do outro lado da rua. Se a fome bater de verdade, experimente os deliciosos hot-dogs dos 'Banger Bros', uma quadra para o Norte, na própria Portobello Road. Se o assunto for música, vá até a Talbot Road, número 130, que é onde fica a Rough Trade, uma gravadora independente que comercializa CDs e demais materiais de música. Quer comprar um livro e ainda fazer uma boa ação? Vá até a Oxfam, número 170 da Portobello, uma organização que vende produtos usados e reverte os valores da venda em doações para combater a pobreza.

Como deu para ver, a Portobello e arredores é uma rua que reúne de tudo. Seria impossível listar todas as coisas legais de se fazer por lá. Por isso, a principal recomendação é descer na estação de Ladbrook Grove e caminar até a Notting Hill Gate pela Portobello Road, ou vice-versa. Não importa. O que importa é aproveitar e reservar, no mínimo, umas 3 horas para passear. Vale a pena conhecer essas partes que fogem um pouco do miolo da cidade e reservam coisas tão bacanas de se conhecer.


5 comentários:

  1. Valeu Eduardo, parabéns pelos posts, muito bem explicativos, e numa linguagem que faz todo mundo ter vontade de ir... Essa redondeza é realmente muito bacana. Essas dicas de lugares que fogem do que todo turista vai valem muito a pena, por que vc conhece o lugar, e os costumes, e como realmente é o estilo de vida dos londrinos, nao fica como vc disse so no miolo da turistada. Enfim! Continue a postar sempre essas dicas excelentes.

    ResponderExcluir
  2. Valeu Marcos. Que bom que tu tem gostado das postagens. E o mais importante, que tu captou a ideia do blog: falar de moda com bom gosto, mas sem frescura nem obsessão por tendências.

    Por curiosidade, como tu ficou sabendo do blog?

    Segue acompanhando! E pode mandar sugestões.
    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Pelo famoso google. Hehehehe!
    Tinha visto alguns mas todos com a mesma proposta, e nao me agradou. O seu por outro lado, está realmente muito interessante.
    Pode deixar, to sempre de olho aqui...

    Sucesso!

    ResponderExcluir
  4. Aproveitando, vou logo te sugerir um futuro post.
    Aposto que tu deve curtir beatles e saber lugares legais por lá, tipo liverpool, abbey road e afins, então aproveita e compartilha! hehehe

    ResponderExcluir
  5. Que legal! God save the Google!
    Pode deixar, adoro Beatles. Quero falar deles, não só com relação à Londres, mas ao estilo deles, talvez ao longo dos anos (discos).
    Valeu!
    Abç

    ResponderExcluir