terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Pra deitar o cabelo

Ok, já falamos do estilo retrô e bigode. Agora falta falar da parte de cima. O topete, é claro.
Lembrando que topete não precisa ser necessariamente aquela coisa Elvis Presley exagerada. Um topete bacana pode ser desarrumado ou impecável. O legal é que em alguns casos, ele beneficia o homem, alongando a face e mostrando mais o rosto.

E vale para qualquer comprimento de cabelo. Para os maiores, o bacana é não 'levantar' muito, penteando levemente para trás ou para um dos lados. Para os menores, existe um maior número de 'manobras' para serem feitas, para cima, para os lados ou para trás.

Como já falamos aqui, o penteado pode ser feito de diferentes maneiras. Pode-se usar gel, cera, pomada ou mousse. Todos servem muito bem para fixar o penteado. Uns mais, outros menos.
Em ocasiões mais formais, como casamentos e jantares em família, é bom dar uma segurada no pente, evitando levantar mu(uu)ito a franja, passando pouco produto fixador e pentenado de forma mais comportada. Para as ocasiões onde é possível 'ousar' um pouco mais, ouse um pouco mais: passe o fixador (gel, pomada, cera...) ou até mesmo água, e penteie o cabelo na direção e na altura desejada. Tente evitar os penteados 'lambidos', que parecem amassados, eles chamam muito atenção e chegam a parecer até cômicos.
Cuidado com os exageros, sempre.


Nenhum comentário:

Postar um comentário